G Spot VibratorWeb Hosting
quarta-feira 10 junho, 2015

Emagrecimento…comer ou não comer?


Uma pergunta frequente que recebo aqui é: Fernanda me ajuda, eu quero emagrecer, não como nada mas não consigo emagrecer!! Bem, aí já esta o erro! Como assim não come nada?! Rsrsrs. Não comer já é o primeiro passo para desacelerar o seu metabolismo, ou seja, você não irá emagrecer assim! Nosso organismo funciona a […]


IMG_0709

Uma pergunta frequente que recebo aqui é: Fernanda me ajuda, eu quero emagrecer, não como nada mas não consigo emagrecer!!

Bem, aí já esta o erro! Como assim não come nada?! Rsrsrs. Não comer já é o primeiro passo para desacelerar o seu metabolismo, ou seja, você não irá emagrecer assim! Nosso organismo funciona a base de estímulos, portanto se você não come, deixa seu metabolismo lento, e isso faz com que prejudique o processo de emagrecimento. Exatamente por isso que sempre falamos que a ingestão de alimentos deve ser de pelo menos 3 em 3 horas, sendo assim, mantendo seu corpo trabalhando para fazer a digestão, e acelerando o metabolismo.

Mas aí entra outra questão, o que comer de 3 em 3 horas. Tudo dependerá do seu objetivo, pois emagrecer perdendo volume muscular e sem se preocupar com outros problemas que podem vir ao realizar um processo de emagrecimento rápido e que a maioria dos nutricionistas que não atuam na área esportiva fazem,  é fácil. O difícil mesmo é emagrecer, otimizando o processo, mantendo-se saudável, preservando a massa muscular, evitando flacidez.

O ideal para quem deseja emagrecer, mas mantendo a massa magra, é fazer refeições que contenham principalmente proteínas de fonte animal, assim como carboidratos de baixo índice glicêmico, gorduras boas, fibras e vitaminas.

Então vamos começar pelas proteínas, que são aminoácidos e desempenham importantes funções no organismo, além de atuar no processo de hipertrofia muscular, ainda é o principal componente das células, é utilizada no crescimento, reparo e manutenção dos tecidos corporais, produz anticorpos, e também é usada como fonte de energia pelo nosso organismo, porem não sendo a principal. As proteínas, de acordo com a composição dos aminoácidos,  são divididas em completas que são as carnes, peixes, aves, ovos e leite, que contem todos os aminoácidos essenciais e são as que devem ser usadas em maior quantidade, principalmente para os que se preocupam em aumentar seu volume muscular.

Já o carboidrato é principal fonte de energia do organismo pois o glicogênio muscular é sintetizado a partir dele, e também o glicogênio hepático, regula o metabolismo de proteínas e gorduras, atua sobre o sistema nervoso. Dependendo da categoria do esporte, alguns atletas utilizam altas doses de carboidratos em sua dieta, porem no caso do bodybuilding, principalmente mulheres, ou então quem deseja manter um baixo percentual de gordura, este índice deve ser reduzido. O índice glicêmico determina o índice de açúcar no sangue após a ingestão de um alimento, por isso utilizamos sempre carboidratos de baixo índice glicêmico, que não causam pico de insulina e assim evitar o armazenamento . Entre os carboidratos mais utilizados para dietas de emagrecimentos podemos citar a batata doce, o aipim, a batata salsa, os produtos integrais como arroz, macarrão.

As gorduras também desempenham importantes funções como fonte de energia, proteção dos órgãos vitais, vitaminas, calor do corpo atuando como isolante térmico,  componente essencial das membranas celulares e fibras nervosas. Existem estudos que comparam dietas ricas em gorduras versus dietas ricas em carboidratos para validar os melhores resultados em desempenho, porem não se chegou a resultados que diminuam os benefícios das gorduras, sendo assim, o corpo se adapta a uma dieta rica em gorduras aumentando a oxidação das gorduras durante o exercício. As gorduras boas e que podem ser usadas na dieta são castanhas do pará, óleo de coco ou MCT, pasta de amendoim integral, amêndoas.

Porem vale lembrar aqui a importância de se ter uma dieta individualizada. Em meu instagram posto os alimentos que eu utilizo e algumas refeições, porem nunca posto minha dieta inteira, e isso se deve ao fato de que a dieta é montada especificamente para tal pessoa, visando sua condição fisiológica, seus objetivos, deve atender a sua individualidade, e por isso o certo é que se tenha o acompanhamento de um profissional para que a ingestão dos alimentos corretos e suas quantidades seja adequado para um bom resultado.

Gostaram das informações? Não deixe de mandar propostas para novos posts em “PERGUNTE A SIERRA”

Beijinhos!

Um Comentário

  • Raquel disse:

    Conheci seu trabalho através do meu namorado, também profissional de educação física, e logo pude entender o motivo da admiração dele. Além de sua beleza incontestável, a sua inteligência me encanta. O que geralmente vemos são bons atletas, mas que se importam apenas com a estética e se mantém com um conhecimento básico sobre a alimentação, execução de exercícios e consciência corporal. Por isso, você se destaca. Você vai além e busca entender o que ocorre com seu corpo quando faz determinada alimentação, treino, etc. Pois você quer entender cada vez mais do que seu corpo precisa para alcançar suas metas. E mais importante, você também é generosa e compartilha seu conhecimento com aqueles que acompanham seu trabalho e faz a diferença na vida de alguém. Bom, pelo menos na minha já fez. Te admiro muito, encontrei alguém em quem me inspirar e espero que continue com o blog, porque é o melhor que já tive contato.
    Beijos,
    de uma fã.


Trackbacks and Pingbacks

Deixe um Comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>