G Spot VibratorWeb Hosting
quarta-feira 11 março, 2015

Um pouquinho da minha história e a consciência corporal, ou falta dela!!


Olá Pessoal!! Depois de muitos anos, meu blog está no ar novamente!! Espero que vocês apreciem e que as informações contidas aqui auxiliem nos seus treinos e em ter um estilo de vida mais saudável. Bem, para começar, acho que nada melhor que eu falar um pouquinho de mim e da minha evolução nos treinos […]


Olá Pessoal!! Depois de muitos anos, meu blog está no ar novamente!! Espero que vocês apreciem e que as informações contidas aqui auxiliem nos seus treinos e em ter um estilo de vida mais saudável.

Bem, para começar, acho que nada melhor que eu falar um pouquinho de mim e da minha evolução nos treinos e melhora estética. Comecei a treinar mais ou menos aos 15 anos, era surfista e não tinha intenção nenhuma de treinar para hipertrofia ou pensando em estética, o objetivo era me ajudar na minha performance no surf e também ter uma outra atividade corporal. Acabei me apaixonando pelos treinos e aos poucos comecei a levar mais a sério, assim como passei a cuidar mais da minha alimentação.

Aos 19 anos eu treinava pesado, cuidava da alimentação, não como hoje, mas tinha uma dieta mais rigorosa, mas muitas coisas me faltavam, e acredito que a principal delas seja CONSCIÊNCIA CORPORAL.

Eu já tinha a intenção de competir, mas não tinha a mínima condição para isso,  primeiro porque não conseguia levar a minha dieta a serio, talvez por imaturidade, mas também por falta de objetivos sólidos, e outro fator importante era o fato de não ter condições físicas para competição, meu corpo era totalmente assimétrico, não tinha densidade e nem maturidade muscular. E então volto ao principal: CONSCIÊNCIA CORPORAL!!!  Eu acredito que essas duas palavrinhas são o primeiro passo para o sucesso quando se deseja mudar um corpo, isso porque se a pessoa não tiver a noção da sua imagem real, fica extremamente difícil ter resultados satisfatórios. Bem, então eu dividiria a tal consciência na imagem que você consegue ver ao olhar no espelho, e na consciência que você possui ao movimento corporal, por exemplo, realizando o exercício de cadeira extensora, você esta totalmente focado e concentrado no seu treino, e ainda, você sabe que esta realizando o movimento de maneira eficiente afim de trabalhar seu músculo do quadríceps?! Eu acredito que essa noção seja a base, o inicio, para se ter sucesso em transformar um corpo.

Voltando a minha historia, por eu não ter a CONSCIÊNCIA CORPORAL e não conseguir ter uma imagem real de quem eu era, das minhas proporções, acabei com um corpo assimétrico, onde meu quadríceps era muito grande por já ter uma pré-disposição para aumento do mesmo, e as panturrilhas, as quais sempre dificuldade em ganhar, eu não treinava porque era desconfortável, e porque não percebia tal necessidade. E gente, isso pode parecer distante, mas vejo muitas pessoas assim!!

A imagem de um corpo belo esta associada a simetria do mesmo, ou seja, as partes devem formar um conjunto que passe harmonia. Mas é claro, que também existem muitas maneiras de criar ilusões de ótica afim de deixar o corpo mais harmonioso. Por exemplo meninas que tem os quadris muito largos, e se sentem incomodadas com isso, podem treinar buscando hipertrofia de ombros, e assim causando uma ilusão de ótica de que seu quadril diminuiu, assim como o aumento dos dorsais causa a impressão de uma cintura mais fina.

A musculação é fascinante por ter esse poder mesmo, de transformar um corpo! Podemos moldar os músculos e transforma-los, é como dizem, você vira o autor da sua própria obra-prima, pois mudanças corporais conscientes e eficientes, demandam tempo, não é de um dia para o outro que você cria simetria e densidade muscular, portanto deve ser um trabalho a longo prazo, feito de maneira cuidadosa para que nada afete a sua saúde, mas sim torne seu estilo de vida mais saudável e assim, consequentemente, traga seus resultados estéticos.

Eu treino há 13 anos, e ainda percebo que existem detalhes a ser melhorados, conhecimento para ser aprendido, informações a serem trocadas, por isso quando você busca mudanças corporais não esqueça também de um fator muito importante: PACIENCIA!! Paciência, persistência, foco , e tudo isso você terá de ter para chegar nos seus objetivos, mas isso é claro, não serve apenas para os treinos, e sim para a vida! Nada vem fácil, e o que vem muito rápido ou muito fácil, acaba trazendo problemas, assim como as loucuras que vejo as pessoas fazendo para conquistar seu tão sonhado corpo a qualquer custo com uso abusivo de recursos tecnológicos.

Bem, demorei algum tempo, mas em 2012 tive a minha estreia nos palcos, na categoria Bikini. Foi muito bom ter participado preparação sofrida, pois meu padrão corporal não encaixava muito bem na categoria, mas eu amei a experiência. Em 2013 subi na categoria que eu sempre quis competir, Body Fitness, e talvez seja a categoria que eu mais goste e admire dentro da IFBB. Mas devido as circunstâncias da vida, e ao fato de hoje trabalhar muito com a minha imagem como modelo, tive que optar por uma categoria mais soft, e que me permitisse uma imagem mais vendável, ou seja, que seja interessante para os trabalhos de fotos. Por isso escolhi a WBFF, uma federação não muito conhecida no Brasil, mas que se encontra em expansão e acredito que logo teremos WBFF no Brasil, e a categoria Diva Fitness Model.

Postarei algumas fotos minhas antigas para acompanharem o que relatei para vocês no texto, sobre assimetria e falta de consciência corporal!! Espero que tenham gostado do post e aceito muitas sugestões para os próximos, o que vocês tiverem duvidas, podem enviar!!!

Um grande beijo!!

Com carinho,

Fernanda Sierra.

blog2

blog1


4 Comentários

  • Eliane disse:

    Olá, tudo bem? Passei por aqui e gostei muito de seu blog. Gostaria de convidá-la para conhecer meu blog Fitness: http://aptidaofisicaesaude.blogspot.com.br/
    Caso goste seria uma honra tê-la como nossa seguidora.
    Parabéns e sucessos com seu blog.
    Bjs
    Eliane

  • Cláudio disse:

    Olá Fernanda.
    Muito bacana a sua história. O seu relato explica bem o que é uma trajetória de esforço.
    Desejo a você uma jornada com êxito e sucesso.
    Continue firme, pois o seu exemplo e a sua história exercem um efeito positivo na vida muitas pessoas.
    Bjsss… ;-)
    Cláudio Amorim.

  • Amanda disse:

    Oi Fer, adorei o post. A mudança foi muito grande realmente e eu também comecei a sentir diferença no corpo só depois de ter consciência corporal, e claro, a dieta que é imprescindível. Queria te perguntar algo fora do assunto, mas algumas vezes tentei pelo instagram e como nas suas fotos sempre tem um grande número de comentários acredito que você não tenha visto rs. Quantos ml de silicone nos seios você tem? e foi colocado por baixo ou por cima do músculo? Obrigada, beijos.

  • Cintia Mello disse:

    Adorei seu blog e sua història !
    Sou atleta tambèm na categoria “Wellness” estou competindo ä 2 anos tive boas colocaçöes porem ,com o passar do tempo a categoria vem mudando as regras… de um corpo menos cortado para um corpo super cortado e sem assimetria nenhuma superior super fino com inferior forte ,denso e cortado e detalhe masculinizado!A categoria dita em suas regras poucos cortes , e uma leve aumento em partes inferiores, a garotas precisam ter desenvoltura no palco simpatia,e beleza feminina … Enfim,isso näo vem sendo aceito hj o que acontece è um grande incentivo ao uso exagerado de ergogênicos e eu näo estou disposta ä isso! Acredito ser simètrica , feminina ,tenho alguns pontos para melhorar… porèm, modificar minha aparência ao ponto de deixar a feminilidade de lado JAMAIS! Me interessei muito por essa nova categoria que vc vem atuando lindamente, a WBFF! Poderia postar mais imformaçöes sobre ela!? PARABÈNS PELA CONQUISTA ,TE ACOMPANHO NO INSTA. E AGORA AQUI PELO BLOG ESTÀ LINDA ATLÈTICA E SUPER FEMININA! BJ


Trackbacks and Pingbacks

Deixe um Comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>